PERKY + ARTE KAYAPÓ MEKRÃGNOTI | CONHEÇA A BAJAKRÉ KAYAPÓ

image

Bajakré Kayapó mora na Aldeia Kawatum, que fica na terra indígena Mekragnotire, às margens do rio Pixaxa e é coordenadora do projeto Arte Kayapó na sua aldeia.

image

Bajakré é uma grande conhecedora da arte gráfica Kayapó e tem ensinado o modo de fazer a pintura, juntamente com outras mulheres, para as moças mais novas da aldeia, chamadas na língua Kayapó de meykurere. Além disso, ela ajuda na organização da produção de pinturas (telas) e adornos de miçangas (colares, pulseiras e brincos) que são uma parte das fontes de renda para Bajakré e para as mulheres de sua aldeia. Este projeto de artesanato e também os projetos de cumaru e castanha são desenvolvidos pelo Instituto Kabu, associação criada pelos Kayapó Mekrãgnoti que atende 11 aldeias das terras indígenas Baú e Mekragnotire.

image

A VIDA DA MULHER KAYAPÓ

O dia-a-dia das mulheres Kayapó é de muito trabalho. Envolve idas ao rio para buscar água, buscar lenha, pegar alimentos na roça para prepará-los mais tarde, cuidar dos filhos, produzir adornos de miçangas, realizar as pinturas corporais nas crianças, maridos e até parentes.

image

Em determinadas épocas do ano, passam alguns meses coletando Castanha-do-Brasil. A tarefa é compartilhada com toda a família que deixam a aldeia e acampam para realizar a coleta dos ouriços que caíram no chão. Além da coleta de castanhas, as mulheres acessam muitos outros recursos como frutas nativas, açaí, frutão, cumaru, jatobá, jenipapo e outros recursos que estão presentes em suas florestas.

PERKY + ARTE KAYAPÓ MEKRÃGNOTI

Este ano, a Perky se uniu ao Instituto Kabu para promover a cultura e a arte de parte dos índios brasileiros, gerando renda para muitas mulheres e famílias destas aldeias. Quer ver uma prévia desta parceria? Clica aqui. ;)

image

Bajakré Kayapó é especialista na pintura e produz os padrões mais avançados, principalmente o que é conhecido como Jabuti, clara inspiração no casco do do animal. Confere o resultado maravilhoso nas alpargatas. 

image

A venda destas alpargatas terá grande parte do seu valor destinado às próprias mulheres kayapós. Aproveite e ajude a manter esta parte importante da nossa história e cultura. :)


Leia mais sobre o projeto aqui.