ASTRAL | HORÓSCOPO MAIO

POR @ALINE_M_TRINDADE

A previsão para o ano de 2020 apontou para um ano de muito trabalho, disciplina, reestruturação de carreira e foco. De repente, começa a quarentena, pessoas ao redor do mundo todo vivendo outra realidade, dentro de casa, tendo de adotar um monte de normas para manter a saúde, sanidade e o sustento. Uma reviravolta.

Em português claro, não era bem isso que a gente estava imaginando. Porém, a disciplina e os limites de Saturno estão sobre nós, mostrando sua face um tanto quanto assustadora da Casa 12. Essa é, numa analogia simplificada, a casa do distanciamento social. A pessoa é distanciada da sua rotina (como pessoas que estão presas em instituições) e ali, confinada, é obrigada a lidar com as suas obscuridades. O mais interessante é que dentro dos Estudos de Astrologia Mundana estamos como coletivo vivenciando um ano de Casa 12.

O que é aconselhável adotar como comportamento? As aflições são comuns e alguns elementos da rotina contribuem para o estresse. Se você olhar com atenção todas as estruturas sociais estão se adaptando a essa outra realidade. É preciso repensar como operar no mundo e de qual forma melhor contribuir com ele.

Em grande sincronia com o momento um planeta muito importante começa o seu movimento retrógrado: Vênus.  A retrogradação inicia dia 13 de maio e vai até o dia 25 de junho. A forma como a gente lida com as nossas relações são o foco. Alguns ajustes podem ser feitos, inclusive no campo da estética. Talvez você queira experimentar outro corte de cabelo, revisitar alguma moda antiga... Tome cuidado com as mudanças radicais, porque após o período pode rolar arrependimento (sim, estou falando com você que tá quase cortando franjinha).

Dos astros em escala de importância Saturno e Júpiter também entram em movimento retrógrado, mas, para focar melhor o horóscopo foquei em Vênus. Como esse planeta rege as relações com os outros, mas principalmente conosco, nesse período falar sobre comportamento é relevante para adaptar-se.

 

 

Num mundo em quarentena, com uma oferta grande de informações (nem todas elas confiáveis) tenha cuidado ao escolher as suas paixões. O costume de levar em conta algumas coisas mais do que outra e escolher lados pode tornar a convivência com pessoas de ideias diferentes um tanto conflituosa. Tente criar uma maior abertura para se instruir sobre aquilo que você desconhece, sem constrangimentos. Um bom modo de levar as coisas mais leves e tornar o convívio social suportável é aprender a ouvir antes da discussão. Você pode se surpreender com um mundo novo de possibilidades se abre quando você não quer moldar os outros dentro do seu ponto de vista.

 

 

Sentindo falta do contato físico de quem você ama, não é, minha filha? Pois é, o touro ao mesmo tempo alguém que gosta do calor humano da pessoa querida e também aprecia momentos de solitude. Porém, repare que talvez toda essa autossuficiência não esteja afastando algumas pessoas que sentem que você não precisa delas. É, dê uma chance para que as pessoas  retribuam todo o amor que você distribui. Saiba quando é o momento de pedir ajuda e peça! Pare de disfarçar com essas postagens de receitas gourmet e skin care, diga ao mundo que você está carente sim.  Cheque quem se importa com você, largue mão das pessoas que você tem que correr atrás e tire o melhor proveito desse tempo para refletir um pouco sobre a sua teimosia. A perseverança é digna, o medo de mudança não.

 

 

No dia 5 de maio o Nodo Norte apontou para o signo de gêmeos. Os nodos lunares  dão o direcionamento energético e dessa forma o ambiente vai adquirir muito das suas características: a curiosidade, ousadia e diversidade de pensamento. Então, mesmo com tudo que está acontecendo, não desanime! Você com o seu jeito caótico é muito bem-vindo para animar por onde passa. Para trazer esclarecimento, ter uma palavra amiga e prestar como o comunicador oficial dos amigos e família. Essa ponte de ligação é um fardo em algumas ocasiões e você precisa aprender a não somatizar as emoções e passar do ponto. Crie uma disciplina para criar foco e outra para cuidar de si. Assim as coisas andam com um pouco mais de equilíbrio.

 

 

Nem todas as pessoas do mundo são capazes de valorizar os seus atos de cuidado da forma que você quer. É impossível esperar resposta para o seu afeto quando às vezes a rotina faz com que os outros nem reparem nesses pequenos mimos que você prepara com tanto carinho. Reunir e marcar com a família uma reunião no aplicativo para festejar o aniversário daquela tia avó que mora sozinha pode passar em brancas nuvens. Mas, saiba, é lindo, necessário, você fez um gesto maravilhoso, mas, dentro de um contexto de autopreservação como esse, um gesto desses se perde. E, você não tem que se magoar. Siga assando seus bolos, cuidando da família, trabalhando em algum projeto bonito que aquece o seu coração. Não deixe a dureza do mundo entristecer esse nobre coração. O mundo precisa de gentileza.

 

 

A sua lealdade para com as pessoas do seu círculo de confiança é linda. As pessoas se sentem seguras ao seu lado. Agora, se a sua personalidade estiver ameaçada de alguma forma pelas questões de restrição de trabalho, afeto, recursos financeiros, isso pode abalar suas estruturas. Já dizia o ditado: “o que não tem remédio, remediado está”. Uma boa dose de autocontrole para não ter um ataque de nervos desnecessário é uma boa. Criar formas criativas de colocar a energia pra fora e não descontar em quem está por perto também. O mundo não gira ao redor dos seus problemas, é um momento de mudança coletiva. Colabore com a comunidade usando seus inúmeros talentos e tire um pouco o foco do que não está em suas mãos solucionar.

 

 

O estresse pode despertar um lado seu um pouco rígido. Essa rigidez é claramente uma defesa que você criou em algum momento manter a disciplina. Nada contra, é preciso mesmo de muitos cuidados, adotar normas, precauções, limpezas. Mas, entenda, pode não ser essa a estratégia das pessoas que convivem com você. Críticas, cobranças, impor um ritmo, é visto mais como uma atitude controladora do que cuidado. Tente ser um pouco mais compreensivo, reserve o seu senso apurado para as medidas necessárias, mas não fantasie que todo mundo terá a mesma disposição que você. Essa é uma forma de criar menos atritos e manter os afetos. “Achar cabelo em ovo”, na situação em que estamos agora, serve para manter as normas de segurança. E, só.

 

 

O lado positivo dessa situação é que você provavelmente não tem de fazer muitas escolhas estressantes durante esse período em casa. O negativo é que aquilo que passava despercebido toma uma dimensão gigantesca e o que você vinha protelando pede agora uma solução. Então, é como “trocar seis por meia dúzia”, você segue em conflito. O melhor a fazer é permanecer em cima do muro até quando for saudável. Isso mesmo, não se aprofunde muito. Arrume os móveis, pinte as paredes, assista filmes agradáveis. Nada de tomar decisões definitivas nessa fase obscura. Quantos aos relacionamentos: pondere. Muitos erros e acertos certamente serão cometidos até junho coma retrogradação do seu regente Vênus e, talvez, tudo não seja tão definitivo assim. Mantenha a disciplina, não fuja das responsabilidades, mas, claro, o resto é espera. E, nessa espera, talvez você resgate um grande relacionamento seu: consigo.

 

 

Nesses tempos de pandemia o escorpiano passa uma áurea de indivíduo preparado. A paranoia que lhe é típica dessa vez parece ser a voz da razão. Munido dessa certeza o controle vem à tona. Você já criou teorias, caçou informações na deep web, discutiu com as pessoas da sua família que não estão “acordadas” para os fatos. É toda uma volta que no fim não serve para muita coisa, além de encobrir o fato que você também sente medo. A vulnerabilidade não é uma demonstração de incapacidade. Demonstrar que está passando por uma situação difícil não é pecado, não o torna menos respeitado ou poderoso. Ao contrário, é uma oportunidade de se aproximar das pessoas de uma forma mais real e humana.

 

 

O Nodo Norte ativou em gêmeos e, em consequência, o Nodo Sul ativa no seu oposto que é sagitário. A sua sede de desbravar mundos, através do conhecimento está a todo vapor e, no entanto, ai você está, nessa situação planetária única e extraordinária. Bom, é outro mundo dentro do mundo que você conhecia! Não fique frustrado achando que seus planos foram por água abaixo, use da sua conhecida alegria para melhorar a situação para você e as pessoas que você convive. Quebre o gelo com atitudes inusitadas, arranque daquele amigo carrancudo uma gargalhada e não se sinta culpado por isso. Esse papel de estimular o outro a se conhecer é parte da magia que você carrega.

 

 

Sim, a maior aflição é com o seu trabalho e o desejo é remar freneticamente contra a maré. Isso, claro, ativou o seu lado produtivo com força total. Você é aquele colega que está encarregado de organizar a reunião, cobrar serviço, planejar e organiza “lives” empreendedoras. Tudo sem nem tomar fôlego. Porém, lembre-se, o pilar da sua vida não pode e nem deve ser “produzir” e talvez essa seja a sua revisão para o período. A vida material é ótima, mas quando é prazerosa, nas condições atuais focar nela pode ser tóxico. Ao invés de lucros pense em revisão orçamentária. Informe as pessoas para que elas possam fazer economia. É hora de colaborar.  Ensine sobre as novas regras do jogo. É importante não ser tão duro com você e cultivar um pouco de esperança.

 

 

Outro ser bem chegado ao controle, mas por outro viés Saturnino. Mudança não é muito a sua praia e você pode apresentar um comportamento um tanto quanto revoltado. A rebeldia não é uma boa quando ela entra no campo da infração das normas que podem colocar você ou outras pessoas em risco. A sua aguçada capacidade de formar opiniões sólidas a respeito de algo é tão firme quanto cega, em algumas ocasiões o melhor a fazer é não se tornar uma fonte catalisadora de treta. Aquele tio de 68 anos não vai mudar de opinião, sua mãe não vai ceder a sua vontade e assim segue o mundo o qual você não controla. Tente contribuir com coisas úteis, lute e incentive causas que valham a pena. Lembre de que você tem sentimentos, pessoas queridas também e que nem sempre elas partilham da sua mesma visão de mundo.

 

 

O esgotamento mental e emocional pode ser a causa dos seus maiores males. Devido a sua sensibilidade e apego com quem você ama tudo toma outra dimensão, que o deixa muito preocupado. O refúgio em longos períodos de sono é cortado pelas preocupações reais que batem a porta em forma de boletos. Talvez as suas estruturas estejam em risco e você precise correr atrás do prejuízo num tempo tão delicado. Não queira salvar o mundo e esquecer o que é prioridade para você. Não sobrecarregue as pessoas que você ama na dedicação exacerbada aos outros. Cuide e cultive bem de quem está próximo. Só por hoje dê notícias para quem há muito tempo você ignorava. Programe uma escala e depois volte ao conforto do sono profundo. Cada um sabe onde “aperta o calo” e como lidar com a situação.

__

Interessada e sensível aos astros desde a mais tenra idade, Aline Micelli começou a ler oráculos com 11 anos. Estudou astrologia Maia e Tradicional com diversos professores e de forma autônoma. É professora de Yoga, formada em Jornalismo pela PUCRS e Porto-Alegrense.